Aspirante Frederico Gustavo dos SantosFrederico Gustavo dos Santos - Aspirante da Reserva Convocado.
* 9 OUTBRO 1925 (Salvador - Bahia) - † 13 ABRIL 1945 (Spilimbergo - Itália)

  

Natural da cidade de Salvador, Bahia, nasceu no dia 09 de outubro de 1925. No dia 04 de dezembro de 1944 apresentou-se em Pisa, vindo diretamente da escola de pilotagem dos Estados-Unidos. Tinha na ocasião 19 anos de idade.

Gustavo tinha a pele morena da Bahia, olhos puxados para verde, andava com uma ginga de capoeirista em ritmo de macumba e a malícia do samba no corpo. Gostava de dançar. Nasceu para voar e sempre desenhava aviões de sua invenção.

No dia 13 de abril de 1945, foi escalado para atacar um depósito de munições, vindo a falecer quando um desses depósitos provocou uma tremenda explosão. Não tendo como desviar-se dela, passou por dentro da explosão vindo a cair com seu avião totalmente destruído do outro lado. Santos teve morte instantânea.

Após a guerra, foi enviada uma comissão de dois oficiais para localizar os seus restos mortais. Surpreendemente, encontrou-se, na beira da estrada, uma cruz colocada por soldados alemães indicando a data e o nome do piloto falecido. Junto à cruz, estava pregada a tarjeta “Dog Tag” do Gustavo. Faleceu na sua 44a missão.

Foi promovido post-mortem a 2o Tenente.

Recebeu as seguintes Condecorações:

 

Cruz de Aviação  Fita A

Cruz de Aviação Fita A;

 Campanha da Itália

Campanha da Itália;

 Distinguished Flying Cross - USA

“Distinguished Flying Cross"(EUA);

 Air Medal - USA

"Air Medal" com 2 palmas (EUA); e

 Presidential Unit Citation

"Presidential Unit Citation" (EUA).

 

   

Texto retirado do livro "Histórias do 1o Grupo de Caça", de autoria do Veterano de Guerra
John William Buyers.

 

 

Temos 43 visitantes e Nenhum membro online