CANCIONEIRO DA CAÇA

"CARIMBÓ"

 

Em 1976, por ocasião do 22 de abril, O 1o/4o G.Av. e o Esquadrão Seta eram os únicos Esquadrões não equipados com F-5 e F-103, mas nem por isso o 1o/4o se deixou abater e apresentou uma versão do "Carimbó" que hoje já se incorporou definitivamente ao Cancioneiro da Caça. A autoria é dos Tenente Luiz Carlos de Souza Ferraz, Hugo José Teixeira Moura e Sebastião Novaes Viana, Estagiários na época, e do Tenente Antônio Batista De Lima, Oficial de Manutenção do Esquadrão.


"CARIMBÓ"

Vou ensinar o Pif-Paf
Seta, Pampa, Jambock e Jaguar
A fazer bombardeio picado
E também Esquadrilha puxar
Vai ligando o aquecimento
Que é pro frio não te congelar
Se quizer um pouquinho de praia
Vá pegar lá no meu Ceará

Olê olê olá lá
A Sorbone de caça tá lá
Quem quiser liderar Esquadrilha
Tem que ir lá pro meu Ceará
Na escolha que eu fiz
O seta sobrou

Agora se vire pra ser caçador

Se vire se vire pra não ser instrutor
Pra dar instrução, pra lá eu não vou

Eu fui pro Rio menina
Pro F-5 voar
Só de longe eu vejo o bicho
Pois nos calços eu vim ficar

Voo de Regente, de T-25 e L-6
Dando bombada pra lá e pra cá
Mas nada do Tigre eu vou voar


  

 

Temos 15 visitantes e Nenhum membro online