CANCIONEIRO DA CAÇA

"ÓPERA DO DANILO (ÓPERA DA CAÇA)"

A célebre "Opera do Danilo" se tornou praticamente a "Ópera da Caça". Ela narra o que um homem pode fazer quanto tem vontade, perseverança, coragem, esperteza e, sobre tudo, patriotismo.

Danilo Marques de Moura por influência de seu irmão Nero Moura, que viria a ser comandante do 1o Grupo de Aviação de Caça, resolveu ser aviador. Ingressou como voluntário no Grupo como 2o Tenente.

Esta ópera conta sua façanha ao escapar dos alemães e facistas italianos, após ter sido abatido pela artilharia anti-aérea, quando atacava uma locomotiva em uma estação ferroviária a leste da Cidade de Verona, no dia 4 de março de 1945.

A ópera foi composta pelo Tenente Luiz Felipe Perdigão Medeiros da Fonseca, aproveitando a veia artística dos Jambocks, propôs que se fizesse uma partitura de ópera contando a extraordinária aventura do companheiro que retornava.

Colaboraram com ele o Capitão Roberto Pessoa Ramos e os Tenentes Rui Barbosa Moreira Lima, Fernando Correa da Rocha, Marcos Eduardo Coelho de Magalhães, Cauby de Paiva Magalhães, José Rabelo Meira de Vasconcellos e Othon Correia Netto.

 


 "PRIMEIRO ATO"

Inicia-se com o café da manhã servido aos pilotos que irão cumprir mais uma missão. Na sequência esses pilotos seguem para o jipão onde os espera o "Zé Maria" motorista mal-humorado que era responsável por levar os pilotos até o esquadrão.

Após o percurso com muitos trambulhões, segue-se para os aviões quando alguém grita relembrando a todos sobre os equipamentos, inclusive a fimadora K-25.

Com o brifim encerrado, ao som do tradicional grito de Senta a Pua, eles alçam voo sendo saudados pelo sizudo Zé Maria.

 


  
"música TEREZINHA DE JESUS"
GARÇONETE
Volete ancora pitanza?
Café ancora volete?
  
CORO
Gratia tanta, oh garçonete,
Já enchi bem questa panza.
  
CAPITÃO
Minha gente vamo'embora
  
CORO
Num minuto andiamo via
  
CAPITÃO
Já está na nossa hora,
Nos espera o Zé Maria 
"música LA DONNA È MOBILE - RIGOLETTO"
ZÉ MARIA
Sou o Zé Maria
Bom motorista
Farei pra pista
Viagem macia
  
CORO
Oh! Zé Maria
Que maldição
Quanta agonia
E trambolhão
  
ZÉ MARIA
Não estou sorrindo
Para ninguém
Quem vai se abrindo
  
CORO
É porta de trem
É porta de trem
 
"música BARQUEIRO DO VOLGA"
CORO
Enfim chegamos
  
ZÉ MARIA
Enfim chegais
  
CORO
Vamos, vamos
Para não nos machucarmos mais…
Chega, chega, isto é demais
  
CAPITÃO E CORO, falando:
Olha a bolsa da fuga
Checa a carta
Apanha o magazine
Quem leva a K-25!
 "música O GUARANY"
CAPITÃO
Está tudo combinado
Nosso briefing terminado
Já sabem pra onde vamos
Como é que mergulhamos
  
CORO
Agora "senta a pua"
Capricha a decolagem
  
ZÉ MARIA
Desejo para todos, para todos
Ótima viagem 

 

"SEGUNDO ATO"

Representa o ataque aéreo e a ação da artilharia anti-aérea alemã, percebe-se que um avião foi acertado e é o Danilo.

Este, por sua vez, se lança de pára-quedas a mais ou menos 1000 pés e, devido a isso, realiza uma aterragem sentado, vindo a ferir a língua, o que lhe ajudou ao longo da fuga já que ele não falava italiano.

Logo após a aterragem, Danilo é interrogado por alguns "partizans" (simpatizantes dos aliados) se é inglês ou americano, ele de pronto responde que é americano.

Contando com a ajuda dos partizans, Danilo pede roupas e informações da direção a ser tomada, quando então chamam o Signore (Senhor) Pascoalino, professor de geografia que mostra no mapa, a posição onde eles estavam.  


 "música CARNAVAL EM VENEZA"

UMA VOZ
Lá vai o Jambock voando
Pulando e gritando
Sem desanimar assim:

 "música FUNICULI FUNICULA"

CORO
Flak, Flak este é de quarenta!
Flak, Flak, tem ponto cinqüenta!
Um avião foi acertado!
Um avião foi acertado!
  
DANILO
É o Danilo, minha gente, e eu já Vou me despejar!
É o Danilo, minha gente, e eu já Vou me despejar!

 "música BELLA FIGLIA DELL'AMORE - RIGOLETTO "

CORO
Siete inglese ou americane? (BIS)
  
DANILO
Americane, americane (BIS)

 "música TOREADOR - CARMEM"

CORO
Aviatore que fa bombardeamento,
Matando gente, trazendo luto!
Adesso si há paracaduto!
Mal'italiani,

 "música RAPSÓDIA HÚNGARA No2"

CORO
Cê bom sentimento
E noi vogliamo salva-lo questo momento!
Cê bom sentimento
E noi vogliamo salva-lo questo momento!

 "música SINFONY - FOXTROT"

DANILO
Per piachere voglio una vestimenta
Qui io possa usare senza temere
Per piachere dove sono io
E adove andare
Voglio sapêre

 "música BARBEIRO DE SEVILHA"

CORO
  
Piano, piano, piano, piano
Presto andiamo via de quá 
  
Prenda questa vestimenta
Vista e veja se lhe assenta
  
Piano, piano, piano, piano
Tropo bela vestimenta  
  
Il signore Pascoalino
Lhe dirá um bom camino
  
Piano, piano, piano, piano
Pascoalino veni qui
  
PASCOALINO
Cosa?

 "música QUESTA O QUELLA - RIGOLETTO"

PASCOALINO
Al primo conte adove andare mio signore
Pra il monte ou para il fiume
Que direzione volete andare
Presto, presto io non pó aspectare
CORO
Presto, presto lui non pó aspectare
Para il monte para il fiume
Para il norte ou para leste
  
PASCOALINO
Que direzione ancora volete ?
  
DANILO
Io andare é para nordoleste
  
CORO
Lui andare é para nordoleste! 

 "TERCEIRO ATO"

A irreverência de Danilo é o ponto forte do início deste ato quando, em certo ponto de sua caminhada, ele pede um cigarro a um tenente alemão que praticava tiro ao longo da estrada.

Este então não só nega, como ordena que Danilo ajude uma moça que ali passava carregando um carrinho de mão cheio de cacarecos, ele então respondia que estava cansado e que ela não queria.

Vale ressaltar que ao se comunicar com o oficial alemão (tedesco), Danilo dizia "Ela non quere", frase que não faz sentido algum em italiano, que deveria ser: "Lei non vuogle".

A partir de então, nosso viajante bate de porta em porta, pedindo abrigo e comida, os italianos dão-lhe algum vinho mas negam abrigo, pois Danilo não possuia carteira de identidade.

Até que ele encontra um Signore que diz para ele voltar caso não encontre outro lugar. Assim, Danilo decide "matar o tempo e depois retornar', sendo acolhido pelo italiano.  


 "música TIP TIP TIP"

DANILO
Cigarreta? Teniente
  
ALEMÃO
Non c'e e non te dou niente,
Fare una acion piu fina:
Ajude quela bambina

 "música CHI RI BI RI BI"

ALEMÃO
Ajude a bambina!
  
DANILO
Ela non quere
  
ALEMÃO
A poverina
  
DANILO
Ela non quere
  
ALEMÃO
Grande vagabundo!
Sai de qui!
Ragazzo imundo!
Mal'italiani son sempre cosi.

 "música MADAME BUTTERFLY"

DANILO NA 1a CASA
Estarei grato
Per um bicherino
De aqua ou vino!
Sono sfolato
Per la guerra,
Nel bombardeamento
De una l'altra terra
  
1o ITALIANO
Mio poverino
Prende questo vino
  
DANILO
Voleva ancora
Dormire qui!
Caritá!
A carta perdí,
De mia identitá

 "música SANTA LUZIA"

ITALIANO
Me senza cartera
Cosa puó fare
Só bona sera
Andare, andare
  
DANILO
Per piachere
Senhor vedere
  
ITALIANO
Senza portare
Una cartera
Só bona sera.

 "música MADAME BUTTERFLY"

DANILO NA 2a CASA
Estarei grato
Per um bicherino
De aqua ou vino
Sono sfolato
Per la guerra,
Nel bombardeamento de una l'altra terra
  
2o ITALIANO
Mio poverino
Prende questo vino
  
DANILO
Voleva ancora
Dormire qui!
Caritá!
A carta perdí,
De mia identitá

 "música DANÚBIO AZUL"

DONO DA CASA
Ma senza cartêra
  
DANILO
Si, si signore
  
DONO DA CASA
Non é brincadêra
  
DANILO
Si, si signore
  
DONO DA CASA
Faremos cossi
  
DANILO
Si, si signore
  
DONO DA CASA
Sairás de qui
  
DANILO
Si, si signore
  
DONO DA CASA
E si una l'altra
Non encontrar
Poderás ritornar
  
Gracie tanta signore
Gracie tanta,
Rivederte, rivederte,
Bona sera signore,
Bona sera,
Bona sera tanti auguri e prego

 "música RIDE PALHAÇO - RIGOLETTO"

DANILO
Procurar outra
Posso não encontrar
Melhor matar o tempo e depois ritornar
Ah! Ah! Ah! Ah!
  
 Mio signore
Não encontrei lugare
  
ITALIANO
Bene faça o favore
De qui se acomodare
  
DANILO
Ah! Ah! Ah! Ah!
 

 


 

"QUARTO ATO"

Já próximo do Rio Pó, Danilo contou com a ajuda dos partizans para conseguir cruzá-lo. Esses simpatizantes vão conversar com os alemães que por um pouco de comida e vinho, fornecem um passe que Danilo usa para cruzar o Pó, levando consigo uma bicicleta.

Ao passar pela sentinela, cumprimentou-a com um sonoro "Heil, Hitler!!!"  


"música MARIGÁ"
DANILO
Já andei, já andei
Andei dias sem parar,
E agora aqui fiquei
Sem o pó poder cruzar
É demais, é demais
Já tomei uma bebedeira;
No momento sou capaz
De fazer qualquer besteira.

 "música NO RANCHO FUNDO"

DANILO
Ó meu amigo,
Sei que tu vais me ajudar,
E é por isso que contigo
Adesso voglio parlare
So'uno aviatore
Que se há paracaduto
Necessito uno favore
Adesso, questo minuto
  
PARTIZAN falando:
Cosa vogle?

 "música PÓ PÓ PÓ"

DANILO
Io voglio cruzar o Pó
  
CORO
Pó, pó, pó piriri, piriró
  
PARTIZAN
Senza cartêra tu non pó
DANILO
Pó, pó, pó, pó, pó
Voi siete partisano
 
CORO
Será véro? Da vero será?
 
PARTIZAN
Non é véro paisano
 
DANILO
Si, si, si, si, si
Com il tedesco vá parlare
 
CORO
Ele irá, será que ele irá?
PARTIZAN
Questo io non posso fare
DANILO
Pó, pó, pó, pó, pó
"música CASINHA PEQUENINA"
PARTIZAN
Io non se perque te ajudo,
Mica po imaginare!
Per salvar-te fare tudo
Com il tedesco adesso iré parlare
  
DANILO
Acho que eu fui feliz
E que o golpe vai dar certo;
Mas, com que agora fiz,
Da prisão parece que andei bem perto.
  
DANILO
Se do Pó eu for além,
Minha volta é quase certa,
Só falta, para andar muito bem,
Pedir esta bicicleta

 "música ROSE MARIE"

PARTIZAN
Já te trovei passagem,
E adesso voglie questa!
Vá bene te daré l'altra vantagem:
Portare via com la bicicleta.
  
CAUBY
Olha lá ! ! !
  
DANILO
Signore, gratia tanta!
E toca a caminhar!
A minha sorte hoje até me espanta
Agora o próprio Pó eu vou passar
  
DANILO FALANDO
Heil Hitler! (para o alemão controlador do passo)

 


 

"QUINTO ATO"

Finalmente nosso herói chega ao Quartel General Partizano nos Montes Apeninos e após alguns dias de interrogatórios, retorna ao Clube Senta a Pua, onde todos esperavam-no, ansiosos.

Foi saudado com um vibrante "Adelphi", homenagem raramente prestada a pilotos ainda vivos.

A história termina com o interrogatório do setor de inteligência da Força Aérea Brasileira.

 


 "música LILI MARLENE"

PARTIZAN
Cé americano
Em questo locale
Andiamo de lontano
Má qui é il finale

 "música AIDA"

PARTIZANS OLHANDO PARA DANILO
Soto l'Apenini
Siamo arrivato del fiume acá
  
DANILO
Quá! quá! quá! quá!
  
PARTIZANS
Non ché piu tedesqui
É una estansa propia aliata
l signor teniente
Guarda má que bravo regazzo
Viva uno brasiliano aviatore
Paracaduto!

 "música LILI MARLENE"

DANILO
Até que, per fim,
Siamo arrivato!
Olhem para mim
Io sono molto grato
Só falta adesso, per aqui,
Ver se consigo, ver se consigo
Trovare alguno amigo
  
CORO DE PARTIZANS
Trovare alguno amigo

 "música CAVALARIA RUSTICANA"

CORO DOS ALIADOS
Benvindo, desconhecido!
Vens do outro lado
Aviador foragido
Nosso aliado
Amigo é um prazer
Ter-te novamente!
Que alegria por te ver
Aqui presente

 "TRAVIATA"

OFICIAL DE INTELIGÊNCIA
Perdão!
Com licença durante um bocado
Desculpem se tenho que os interromper
Sinto tornar-me tão pouco delicado,
Mas há um serviço para se fazer.
  
OFICIAL DE INTELIGÊNCIA
Eu sou o oficial de nossa inteligência
E vim até aqui para encontrá-lo.
Desejo informes de certa urgência,
E então vou passar a interrogá-lo
  
OFICIAL DE INTELIGÊNCIA
Seu nome?
  
DANILO
É Danilo de Moura
  
OFICIAL DE INTELIGÊNCIA
Seu posto?
  
DANILO
É segundo tenente
  
OFICIAL DE INTELIGÊNCIA
B.O.?
  
DANILO
É três quarenta e cinco.
  
OFICIAL DE INTELIGÊNCIA
E agora me conte toda a sua história.
  
DANILO
Desculpe, não conto e nem posso contar!
  
OFICIAL DE INTELIGÊNCIA
Por que?
Meu amigo perdeste a memória?
  
DANILO
Não é isso, o Miranda disse
Para eu não falar.

 

FIM
 

 

Temos 12 visitantes e Nenhum membro online