CANCIONEIRO DA CAÇA 

"MELÔ DO TIRO AÉREO"

O ano de 1989 foi um ano atípico no Esquadrão JOKER. Em virtude das inúmeras reformas empreeendidas pelo então Comandante, Major Rossato, Instrutores e Estagiários tiveram inúmeras oportunidades de se confraternizar, além das tradicionais Ximbocas(1) , é claro!

Não faltaram mutirões de limpeza, mudanças de seções e toda sorte de trabalho de grupo realizado, evidentemente, durante os feriados e fins-de-semana. Foi nesse ambiente que os poetas surgiram com suas novas idéias à medida em que o curso se desenrolava.

Através da irreverência de suas letras, Instrutores e Estagiários mostravam a sua versão da história, a começar por esta música que retrata o duro cotidiano de um instrutor ao ensinar tiro aéreo para o novinho (letra de Egito, Baptista Júnior e Gérson sobre a música "Caça e Caçador de Fábio Júnior).


"MELÔ DO TIRO AÉREO"

Vou lhe contar um segredo
Escute o que eu lhe digo
Você tem que cepar(2)
Voar muito melhor
Pra parecer comigo

Não há mistérios na missão
É "piper"(3) lá e atira
Você tem que acertar
Pra sair Caçador...

Te ensino a reverter(4)
E a recuperar
E se atrasar no poleiro(5) 
Diga logo pro outro se acertar

O I.N.(6) alopra na hora
Mas você parece não ouvir
E toda vez é a mesma estória
A missão vais repetir...

Você só quer saber
Como faz pra acertar
Neste pano(7)
Tudo já lhe ensinei
Mas você só zerando(8) ...
Só zerando!

Te ensino a reverter
E a recuperar
E se atirar enfiado
No reboque(9) você vai acertar

O I.N. alopra na hora
Mas você parece não ouvir
E no final é a mesma estória
A missão vais repetir...


 

 Notas explicativas:
(1) ximboca = confraternização com cantoria, salgadinho e bebida.
(2) cepar = estudar (etmologia desconhecida).
(3) "piper" = Ponto que aparece no Visor de Tiro e que indica onde, no espaço, os prójéteis do canhão deverão atingir (local em que "deveria" estar o avião inimigo...).
(4) reverter = virar a curva de um lado para o outro e entrar em posição de tiro.
(5) poleiro = local imaginário no espaço onde as aeronaves esperam para iniciar o mergulho para o tiro aéreo.
(6) I.N. = instutor, pode ser também instrução.
(7) pano= se refere ao alvo de tiro aéreo, que na realidade é chamado de "biruta".
(8) zerando = não acertando nenhum tiro, "zero" tiros.
(9)  reboque = avião que tem a missão de ficar "rebocando" o alvo (biruta) de tiro aéreo.

 

Temos 33 visitantes e Nenhum membro online